Que dure enquanto durar
créditos: Getty Images

Que dure enquanto durar

Até que a morte os separe? Não necessariamente. Isso se trata de um conceito da velha escola, do clássico matrimônio - que admiro muito, aliás, mas que com certeza já não possui a mesma força.

Mas por que será? Eu respondo com uma pergunta: Existe alguém ideal para você a vida inteira ou apenas por um período de tempo? Quem tem mais de 30 certamente lembra que, uns anos atrás, quando conhecia alguém, tinha que torcer para encontrar essa pessoa casualmente em algum lugar ou então esperar por uma ligação de telefone fixo. Hoje em dia, no entanto, temos qualquer pessoa ao alcance de nossas mãos. Isso é fato e muitos nos veem como ETs caso não tenhamos uma conta no Facebook ou um iPhone no bolso.

Se isso é bom? Depende do ponto de vista. Da mesma forma que essa facilidade aproxima as pessoas, ela acaba tornando os relacionamentos cada vez mais vulneráveis e descartáveis. É exatamente por isso que os casais de antigamente duravam mais, na minha opinão. Digamos que o mundo amoroso, naquela época, era menos tentador.

Por isso eu pergunto novamente: será que existe alguém perfeito para você nesse mundo de seis bilhões de pessoas? Pode ser que sim, pode ser que não. Todo mundo quer alguém para chamar de seu. Ninguém quer ficar sozinho para sempre. As pessoas em geral procuram por alguém que as complete, que some, que multiplique, que as façam rir. Querem alguém que faça o coração bater mais forte.


Mas reforço - não falo aqui de sentimentos, pois isso é algo pessoal, íntimo em cada um. Falo de características que aproximam as pessoas, como as citadas abaixo:


Relacione-se com intensidade: não viva de joguinhos. Viva o 2º encontro como se fosse o último. Isso não é ser pegajoso, é ser intenso, completo, sempre usando o bom senso. Se é pra ser, que seja forte!

Tenha senso de parceria: entenda que ser parceiro não é significa ser dono. Ninguém é dono de ninguém nesse mundo. Saiba deixar livre a pessoa de quem você gosta. Ela vai valorizar isso.

Sinta um ciúme admirável: saiba dar o ar de sua graça com moderação. Deixe seu parceiro livre, mas com aquele recado de que ninguém é bobo. Ausência de presença não é ausência de sentimento. E lembre-se sempre do ditado que diz que ´não é a cerca que segura o animal no pasto, e sim o capim que ele come.´

Fidelidade é questão de bom senso: omitir certos fatos pode ser um mal necessário, mas sinceridade é algo essencial. Quem mente a alguém, está mentindo a si mesmo. Não venha com essa que de traição é bom para manter a relação saudável. Isso é papo de quem não tem criatividade para apimentar a vida a dois.

Respeite a individualidade do outro: para que uma seja relação saudável, cada um deve ter seu espaço, seu momento com os amigos ou com seu trabalho. Ninguém quer o outro controlando e ligando o tempo inteiro. Deixe o homem jogar bola com os camaradas e a mulher curtir com as amigas, é bom para a oxigenação da relação. Quem se garante sabe disso! Apreciar a diversidade dos comportamentos é aprender a conhecer a si mesmo.

Beba moderadamente: é legal ver um casal que bebe junto e saber se divertir com isso. Beber pra ter aquele brilho alegre nos olhos, um certo ar de sensualidade inconsequente. Saber beber é conhecer o limite entre fazer algo legal e divertido e passar ao inconveniente. Controle-se!

Demonstre afeto: quem não gosta de carinho, especialmente se vem de alguém que eleva seu ego? Racionalidade é interessante e vital em um relacionamento, mas essa não comove. Elogiar diariamente, por menor que seja o detalhe, muda o dia de alguém. Diga.

Tenha serenidade: por mais que as pessoas tenham que ter atitude, também é necessário que saibam olhar para a vida sem mágoas. Ter a facilidade de rir dos seus erros, corrigir e aprender com isso é essencial.

Possua uma certa inquietude: que também pode ser chamada de ambição. Ninguém quer alguém parado, sem objetivos. Que a pessoa tenha até um toque de rebeldia, de atitude. Isso motiva você a pensar de uma forma mais ousada.

Seja original: você não quer alguém que pareça que saiu de uma linha de fábrica, igual a todos os outros. De nada adianta só ser bonito por fora – e sabemos disso. As pessoas têm de ter luz própria, estilo e até defeitos únicos.

Elegância não se compra: entenda elegância como um jeito de se relacionar com o mundo e com as pessoas. A elegância começa no jeito de andar e expande-se até o saber se expressar, sobretudo em atitudes e palavras. É uma mistura de harmonia, altivez e senso de humor.

Recado para os homens: a maioria das mulheres, quando querem, sabem como comandar o homem. Afinal, são elas quem decidem se a coisa vai rolar ou não. Elas também têm hormônios que as tornam taradas (mas agem em silêncio!).

Inteligência é afrodisíaco: ter alguém com quem você pode discutir ideias e compartilhar conhecimento torna qualquer relação mais forte e positiva.

Saber surpreender é saber cultivar: surpreender a cada dia é saber ver a vida com os olhos do outro. É entender que a soma de pequenos detalhes e atitudes constroem uma vida inteira.



Eu poderia citar outras mil e uma características mas, por mais que eu liste, tudo o que foi dito anteriormente é coordenado por uma palavra apenas: momento! O que pode ser bom para você hoje, pode não te servir amanhã. Faz parte do amadurecimento, do que você quer ou tolera para sua vida. Quem está do seu lado deve estar em sintonia com você. Se essa pessoa tiver todos os itens acima, você é uma pessoa de sorte. Agradeça e ame intensamente! Se não, que viva enquanto o sentimento dure.

Mas lembre-se de uma lição importante: o que a pessoa tem, fez ou sabe tende a ser uma consequência do que ela é – e é desse pedaço do ´ser´ que nos aproximamos. Isso se chama atração e, para que você VIVA, basta querer e se permitir.





Gustavo Sana



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS