Traição virtual conta?
créditos: Dollar Photo Club

Traição virtual conta?

Facebook, Whatsapp, Twitter, Instagram, Tinder... São tantos aplicativos e redes sociais que fica difícil administrar tamanha lista de contatos e amigos. Também fica difícil saber quem hoje não é adepto de tantos meios de comunicação com a vida virtual. Sorte de quem tem um parceiro que é avesso a tantas tentações na Internet! Mas, afinal, traição virtual conta?

É claro que conta! Afinal, quantas tentações virtuais transpassam a comunicação online e logo se transformam em romances e traições? Contando pelo número de piadinhas e fotos que rolam o tempo todo nos grupos de Whatsapp, descobrir conversas secretas no aplicativo virou até brincadeira. Mesmo seguindo a ideia de que ´quem não deve, não teme´, a verdade é que o fantasma da traição virtual já se instalou em quase todos os celulares brasileiros.

Na teoria, a traição online é perfeita: você só se conecta quando pode, você deleta todas as mensagens trocadas, apaga seu histórico no computador e ainda nem precisa acordar e olhar para alguém que não te agrada. Porém, na prática é bem diferente. Você sempre terá amigos que conhecem outros amigos e contam tudo que sabem por aí. O que os olhos não veem o coração não sente - mas os ´amigos´ contam! Essa é uma grande verdade.

Além de uma infinidade de perfis falsos que existem por aí, ninguém quer ser vítima dessa nova modalidade. Pelo menos não aqueles que estão do lado oposto, quem foi traído. Tem homem por aí que coleciona encontros marcados pela Internet, achando que nada disso é comentado nos bastidores.

Saibam, meninos, que as mulheres adoram se gabar e contar uma para a outra quais os homens que ficam pulando a cerca nos aplicativos ou escrevendo gracinhas em mensagens privadas. É como uma seita, uma teoria da conspiração. A gente senta para falar desse assunto e descobre muito mais coisas quando estamos juntas, nem que machuque nosso brio quando escutamos as fofocas sobre daqueles que nos interessam.

Talvez, apenas talvez, a traição online tenha a mesma velocidade da fofoca feminina. Então, cuidado!


Mariana Goulart



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS