Os mais exclusivos ternos de alfaiataria
créditos: Dollar Photo Club

Os mais exclusivos ternos de alfaiataria

Ermenegildo Zegna

Os ternos da grife italiana Ermenegildo Zegna estão entre os mais exclusivos do mundo e são reconhecidos pelo caimento perfeito para os mais diferentes corpos. Todas as peças são feitas na matriz da marca na Itália, costuradas à mão por profissionais experientes e qualificados no mercado da moda italiana.


Um terno convencional da grife custa em torno de R$ 10 mil no Brasil, enquanto os modelos sob medida podem ser encontrados a partir de R$ 15 mil. O público da grife consiste em grandes empresários e executivos que precisam utilizar ternos impecáveis e com ajuste adequado nas mangas, barras e lapelas, por exemplo.


Domenico Spano
O ateliê em Nova York do alfaiate Domenico Spano é responsável pela produção de uma quantidade limitada de ternos por ano, o que garante a exclusividade da grife. Com peças feitas inteiramente a mão e com o uso dos melhores tecidos, como cashmere e lã pura e tramada, os preços dos ternos Domenico Spano variam, em média, entre R$ 10 mil e R$ 30 mil.

Os clientes da marca se resumem a empresários, astros de Hollywood e magnatas que desejam vestir um terno de imensa qualidade e que irá durar por toda a vida.


William Fioravanti
O alfaiate ítalo-americano William Fioravanti é, há mais de 50 anos, um dos profissionais da alfaiataria de ternos mais requisitados dos Estados Unidos. Os ternos da grife são conhecidos por terem tecidos suaves e corte tipicamente italiano, reto, que inclui ombros estreitos para fazer com que os clientes tenham a silhueta alongada e pareçam mais magros.

Feitos sob medida e totalmente a mão, sem o uso da máquina de costura sequer para pequenos detalhes, os ternos William Fioravanti custam entre R$ 15 mil e R$ 30 mil, o que rende à grife clientes de grande prestígio, como empresários internacionais e políticos cujos nomes são mantidos em sigilo.


H. Hutsman & Sons
A grife inglesa H. Hutsman & Sons é uma das precursoras em alfaiataria de luxo, com mais de 150 anos de experiência. Foi passada de geração em geração sem perder qualidade ou prestígio. Com ternos costurados a mão por dezenas de profissionais diferentes, a grife inglesa possui entre seus clientes até mesmo outros grandes nomes da moda como Alexandre McQueen e Valentino Garavani.

Além disso, a H. Hutsman & Sons também é responsável pelos trajes da família real britânica há gerações, o que justifica o alto padrão da grife e preços que variam entre R$ 15 mil e R$ 35 mil por terno. O corte dos ternos da marca segue o padrão inglês, com paletós mais soltos e levemente cinturados, ideal para os homens que desejam algo mais sóbrio e refinado.


Brioni
A Brioni, grife italiana criada em 1945 em Roma, é sem dúvidas uma das principais referências para ternos modernos e luxuosos. Suas peças levam, em média, vinte horas ininterruptas de trabalho para ficarem prontas, além de diversas provas para garantir que o caimento das mangas esteja nada menos do que perfeito.

A fama da grife é tamanha que pode ser vista no cinema através dos ternos usados por James Bond. No mundo real, alguns dos clientes da marca são o bilionário Donald Trump e o ator Pierce Brosnan, que compram ternos por preços que variam entre R$ 10 mil e – pasme - R$ 100 mil.



Bella da Semana



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS