Cuidados com exercícios ao sol
créditos: Pixabay

Cuidados com exercícios ao sol

Estamos no verão, época mais quente do ano e, sem dúvidas, a preferida dos brasileiros apaixonados pelo sol. Porém, realizar atividades ao ar livre nos meses mais quentes exige alguns cuidados, pois a combinação exercício e calor pode ser perigosa.

Mas nada de alarde! Basta tomar cuidados e se prevenir. Afinal, nossa intenção não é lhe assustar, mas sim lhe informar e deixar bem claro que, se tomarmos os cuidados necessários em relação a horários, intensidade, hidratação e proteção, a atividade no calor irá gerar inúmeros benefícios à saúde e ao corpo.

Horários: fique atento aos horários da prática esportiva ao ar livre, evite o intervalo entre 11h e 15h. Durante este período a irradiação de raios solares é bem maior, podendo provocar queimaduras e, em longo prazo, até mesmo câncer de pele. Caso possua apenas este horário para atividades, procure se exercitar em ambientes fechados.

Intensidade: ao se exercitar ao ar livre em dias quentes e com muito sol é preciso ficar atento aos sinais do corpo como tonturas, visão embaçada, sede exagerada e vertigens.  Esses podem ser sinais que a atividade está muito intensa e deve ser maneirada. Nesses casos, procure sombra, água e repouso para que o corpo volte a se esfriar e se recupere do calor e da atividade intensa. Fazer a reposição com isotônicos também é indicado, pois durante o exercício intenso a perda de sais minerais pelo suor é comum.

Proteção: mesmo em horários com menos sol ou em dias nublados, lembre-se de sempre usar protetor solar com fator acima de 30, evitando, assim, possíveis complicações com a pele e o excesso de exposição solar.

Usar bonés e roupas com mangas longas e proteção UV também é uma excelente forma de se proteger. Hoje existem inúmeras roupas tecnológicas que, mesmo sendo de mangas longas, possuem fácil respiração através do tecido e não seguram o suor. Evite roupas escuras, já que absorvem mais calor.

Lembre-se das mãos - usar luvas ou protegê-las com protetor solar é fundamental. É muito comum vermos pessoas com as mãos cheias de manchinhas, que são causadas pelo excesso de exposição ao sol sem proteção ao longo da vida.

Hidratação: uma das questões mais importantes com relação à atividade física e ao calor é a hidratação. Hidratar-se antes, durante e depois é fundamental, uma vez que um corpo desidratado corre sérios riscos relacionados ao desempenho e à saúde, podendo tornar-se fatal em alguns casos.

 

Por que a gente sua?
Para entender esse processo, vamos simplificar: durante a atividade física em ambientes quentes e ensolarados o corpo eleva a sua temperatura e, como forma de proteção, começa a transpirar. A evaporação desse suor é quem faz com que o corpo ajuste a própria temperatura, evitando que entre em hipertermia (aumento da temperatura corporal), o que poderia trazer algumas complicações.

Durante a atividade a necessidade de perder calor se torna cada vez mais intensa. Tanto pelo aumento da intensidade do exercício, quanto pela elevação da temperatura do ambiente, a sudorese e a evaporação do suor começam a ser mais exigidas. A consequência clara é uma perda cada vez maior de líquidos e sais minerais através do suor, aumentando a necessidade de ingestão de líquidos durante a prática da atividade física.

Uma curiosidade sobre o suor é que não é ele quem resfria o corpo, e sim a evaporação desse suor, que rouba o calor da superfície corporal. Portanto, o hábito de enxugar os pingos salgados pode prejudicar esse resfriamento.

 

Siga nossas dicas e aproveite o verão. O sol traz inúmeros benefícios para a sua saúde – incluindo reposição de vitamina D, combate a inflamações e fortalecimento ósseo. E, para aproveitar todas as vantagens sem correr riscos, basta ter apenas cautela e seguir as regrinhas básicas. Depois disso, é hora de ir para as ruas!

 

Ygor Bueno Barbosa



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS