Melhores métodos para queimar gordura
créditos: Getty Images

Melhores métodos para queimar gordura

A grande maioria daqueles que procuram a academia possuem o seguinte pensamento: para se queimar gordura é preciso passar um longo período na esteira ou se matar entre as aulas de bike e o aparelho elíptico, além de sair pingando feito torneira. No fim, vão pra casa achando que eliminaram a gordurinha indesejada, embora vários estudos mostram que isso não é verdade.

Não são necessárias duas horas diárias de treinos loucos e intermináveis para queimar gordura. Estudos e novos métodos comprovam que existem outras maneiras de perder massa gorda. Sabemos que, para perder peso, é preciso acelerar o metabolismo. Vamos então entender como realizar esse processo e, com isso, saber como funciona nosso organismo, quais são as reações geradas pós exercícios e as formas de acelerar a queima e derreter, de uma vez por todas, a indesejada gordura em excesso.


EPOC
Vocês talvez já tenham ouvido falar que quanto mais intenso o treino, maior é a queima de gordura pós exercício. Esse pensamento está correto, já que a queima pós treino se deve a um fator chamado EPOC. Traduzindo, EPOC é a capacidade que nosso organismo tem de continuar consumindo oxigênio após a atividade física e, com isso, manter a taxa metabólica aumentada.

Esse consumo de oxigênio pós exercício tem relação com a queima de gordura. Calcula-se que cada litro de O2 consumido, 5 kcal sejam queimadas. Porém, é preciso saber regular essa intensidade. Treino intenso não é sinônimo de atividade aeróbica de longa duração. Muitas vezes em um treino de 30 minutos com intervalos curtos, ou mesmo intervalos ativos, a queima é maior do que em treinos mais longos.

Vejamos a seguir alguns métodos de treinamento que geram uma EPOC elevada.


HIT
O chamado HIT é um treino de alta intensidade que gera uma EPOC elevada de até 48h ou mais. O treino consiste em realizar atividades intensas, muitas vezes curtas, com duração de 30 a 40 minutos, durante os quais os intervalos são ativos ou quase inexistentes, as cargas são progressivas, e a intensidade é variada.  Vale lembrar que é preciso usar a intensidade alta quando proposto, só assim obterá de forma eficaz a queima desejada.

Um exemplo de atividade no estilo HIT seria:
Trote leve de 3 minutos, alternando com corrida o mais rápido possível durante 2 minutos, numa série de 5 repetições. Série de 20 abdominais + 20 polichinelos + 20 apoios no solo, sem intervalo entre eles. Repetir 4 vezes. Por fim, 15 agachamentos livres + 1 minuto de saltos duplos no step, numa série de 3 repetições.

Esse é apenas um exemplo de atividade intensa com intervalo ativo. Outros exercícios podem ser usados no treino HIT, como subir e descer escadas, socar sacos de boxe, correr na rua, subir ladeiras ou fazer tiros de nado na piscina. Use a imaginação para montar um treino de acordo com suas preferências.


MÉTODO TÁBATA
Outro exemplo de atividade intensa que ajuda a manter o EPOC elevado é o Método Tábata. Desenvolvido pelo japonês Izumi Tábata, é excelente aqueles dias mais corridos, pois um exercício leva apenas 4 minutos. Mas calma! Pode parecer pouco, mas se realizado de forma correta e com intensidade, parecerá não ter fim.

Escolha qualquer atividade e realize da seguinte forma:
Comece com 20 segundos de atividade intensa, descanse durante 10 segundos. Pronto. Repita o ciclo 8 vezes, sem intervalo entre as séries. Ao terminar, serão 4 minutos de atividade realmente intensa e a queima pós exercício será extremamente alta, podendo durar até 48h ou mais.


MUSCULAÇÃO
Vários estudos comprovam que treinar com pesos cerca de 80 a 85 % de 1RM aceleram seu metabolismo durante 48h, podendo ser até 25 x mais acelerado do que aquele que não pratica. Ou seja, esqueça cargas leves e repetições altas. Para queimar gordura, treine pesado na musculação. Prefira cargas relativamente altas, intervalos variados e poucas repetições.


ERROS COMUNS
* Atividades aeróbias em excesso, que no fim acabam fazendo com que ocorra a perda de massa magra (músculos).
* Não respeitar os sinais do corpo. Descanso também é necessário.
* Dormir pouco. Como disse no tópico anterior, descanso é essencial. Dormir também queima calorias, além disso você acorda renovado e cheio de disposição para treinar, trabalhar, se mexer.
* Não variar as atividades. Pedale, corra, treine musculação, faça caminhadas, natação e outros. Estímulos diferentes são sempre essenciais. Desafie-se!


Outra importante dica é que toda atividade física deve sempre estar associada a uma alimentação balanceada. De nada adianta se matar na academia para depois chegar em casa e comer sem controle. Um corpo saudável é resultado da combinação de duas coisas: atividade física e alimentação saudável.

Sempre procure locais qualificados e profissionais sérios que poderão te auxiliar nas atividades e também com recomendações. Use-os a seu favor e aproveite as dicas da coluna deste mês para sair mesmice e mudar a sua rotina em busca de uma vida mais saudável.

Bons treinos e até a próxima!


Ygor Bueno Barbosa



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS